sexta-feira, 31 de agosto de 2012

O Seu Jornal - 31/08/2012 - Sexta-feira

Dr. Antônio Carlos Ignachitti Gomes(1956-2005)
Sem fins comerciais, para ser livre.

MANCHETES


Visconde do Rio Branco - Minas Gerais - Brasil - 31/08/2012 - Sexta-feira





Unicef: trabalho infantil é "causa significativa" do abandono escolar

Sete candidatos a prefeito disputam votos em Porto Alegre


Visconde do Rio Branco - Minas Gerais - Brasil - 31/08/2012 - Sexta-feira

Imagens
Praça 28 de Setembro. Desfile. Presença de Celsinho Duarte. Imagem: Irma de Paula

Praça 28 de Setembro. Desfile. Imagem: Jacynto Batalha

Desfile. Inauguração de Destilaria de Álcool. Imagem:  Dalton Neves Duarte 

Elias do Coutro. Herói da Segunda Guerra. Imagem: Rita do Couto

Engenho Central - 1885. Imagem: www.asminasgerais.com.br



Imagem: Alexandre Peluso

O Cineasta Erick Leite com funcionárias da Balancê Modas.

Escola Normal. Imagem: Dalton Neves Duarte

Do "outro" lado da cidade
Erosão na Av. Beira-Rio, com prédios em área de risco, junto à Rua Presidente Antônio Carlos e Ponte do Carrapicho

Ruínas de prédios implodidos na Rua Dr. Altino Peluso, com vista para prédios em área de risco e Ponte do Carrapicho

Vista para erosão na Av. Beira-Rio a partir de pontos de implosão de prédios na Rua Dr. Altino Peluso

Prédios em área de Risco junto à ponte do Carrapicho e início da Av. Beira-Rio


Trabalho infantil, abandono escolar e suas causas





Está no noticiário da Agência Brasil de hoje que “Unicef alerta para trabalho infantil como causa significativa do abandono escolar”.
Mas tem que saber primeiro qual a causa do trabalho infantil. Todo pai e toda mãe preferiam ter seus filhos na escola do que no trabalho. E as crianças também gostariam de estar fora dos ferimentos na pele causados pelo corte de cana da indústria do açúcar e do álcool, e do calor ardente das carvoarias.
Por que as crianças trabalham?
Essas instituições, com a complacência dos poderes constituídos e das classes dominantes, desviam o foco principal dos motivos que praticamente obrigam as famílias a aceitarem ou até determinarem que os meninos comecem a vida no sacrifício de trabalhos pesados e perigosos.
Evitam tratar da criminosa concentração de renda nas mãos dos 10% mais ricos no alto da pirâmide social.  Essa concentração que satisfaz o egoísmo dos privilegiados, se distribuída, faria a felicidade da massa geradora de toda a renda.
Os governantes teriam de usar os impostos e salários como instrumento dessa distribuição. Teriam que fazer as equipes econômicas estabelecerem normas para essa distribuição, voltada para satisfazer o interior do país, ao contrário do que fazem: procuram beneficiar o capital especulativo de fora, do exterior, e os seus aliados internos, no luxo e na ostentação, em contraste com a massa de trabalhadores.
Aí está o salário mínimo vigente que não dá para a quarta parte do que precisa uma família de dois adultos e duas crianças viverem, em contradição com a Constituição Federal que determina o seu valor necessário. Todo mês o DIEESE mostra esse valor, baseado na variação da cesta básica estudada em 17 capitais brasileiras.
A grande imprensa, sempre a serviço das classes dominantes e das conveniências governamentais, omite a informação da opinião pública. Prefere dedicar-se a banalidades que dão IBOPE e desviam o foco dos temas principais.
Se um chefe de família ganhasse o salário necessário, os filhos poderiam ter a presença da mãe no seu desenvolvimento. E estes estariam na escola e aprimorando os estudos em casa para uma educação melhor.
Ao mesmo tempo, se houvesse governantes e uma elite interessadas na evolução do grupo social, teríamos as escolas de tempo integral, onde as crianças estudariam, brincariam, teriam alimentação e higiene completas, o que diminuiria as despesas do grupo familiar.
Permanecendo o dia todo na escola, não haveria motivo para o cansaço do trabalho prejudicar o seu aprendizado.
Durante o tempo na escola, haveria sempre a presença de professores para auxiliar em pesquisas e tirar dúvidas de matérias não compreendidas.
Tudo dependeria de usar a renda nacional com investimentos condizentes com a nobreza da educação, na remuneração de professores e na estrutura pedagógica de cada estabelecimento de ensino. 
E, em escola que ofereça alimentação, bem estar, lazer e aprendizado, não há razão para a sempre lembrada evasão escolar.
Ficar procurando causas superficiais torna-se uma fuga deliberada diante de um problema sério e necessário de resolver.
O país investe pouco em educação. Mas gasta muito em obras faraônicas para palácios governamentais, para estádios de futebol, para presídios e toda a estrutura prisional.
Dá prioridade ao tratamento dos criminosos, ao invés de preparar as novas gerações para que não sejam os formadores de quadrilhas e máfias do futuro. 
Estamos vivendo o momento das campanhas políticas municipais. Será que algum candidato a prefeito ou vereador tem plano sincero voltado para a educação de qualidade?   
Quando vemos o “PIB per capita” brasileiro, temos certeza de que há condições de o país poder fazer a distribuição de renda que proporcione salários dignos às famílias e fazer da educação um instrumento para formar a nação de cidadãos e cidadãs de elevado nível de conhecimentos, preparados para trabalho qualificado e capazes de virem a criar suas famílias dentro dos padrões condizentes com a dignidade humana.
A renda per capita nacional está em torno de R$ 19.000,00 anuais. Isto dá por mês R$ 1.583,33. Se cada pessoa produz essa riqueza, uma família de quatro gera R$ 6.333,33.
Se os governantes, através de suas equipes econômicas, estabelecerem mecanismos para cada família receber a metade do que produz, dará R$ 3.166,66.  Este valor está acima dos R$ 2.519,97 estudados pelo DIEESE para julho passado como salário mínimo necessário.  Os R$ 622,00 que o trabalhador recebe são menores do que a quarta parte do necessário.
Com os R$ 3.166,66 destinados a cada família, a outra parte da renda daria para manter a máquina governamental em suas ações administrativas.
A diferença entre o mínimo necessário e o possível, seria R$ 1.256,62. Variando para mais e para menos, estabeleceria as diferenças de remuneração, conforme a capacitação e o mérito. Para isto, teria que haver um teto de remuneração.
Completamente injusto é alguém receber valor correspondente a infinitos salários mínimos, nem sempre trabalhando, enquanto o trabalhador tem que batalhar anos para ver passar em suas mãos o mesmo que um parlamentar, por exemplo, recebe por mês.
Ninguém é tão desqualificado para receber tão pouco(R$ 622,00).  E ninguém é tão qualificado para receber tanto(um parlamentar custa ao país mais de R$ 100.000.00) por mês.  Um operário tem que trabalhar mais de quatro anos para alcançar o mesmo que um deputado recebe por mês, somente o direto para si, sem falar nas verbas de gabinete, despesas com assessoria, transporte, motorista particular, correspondência, viagens extras...
A Unicef precisa voltar sua atenção para a estrutura governamental do país. Da maneira como tem feito, está culpando os menores e suas famílias pelo trabalho infantil e pela evasão escolar.
Ponham-se as coisas em seus devidos lugares, e não haverá menor fora da escola. E o trabalho infantil será substituído por adultos melhor remunerados que poderão estar preparando as respectivas famílias para um futuro desejado.
A propósito, voltamos ao início da conversa.
As eleições vão apontar prefeitos e vereadores para 2013.
Em Visconde do Rio Branco, o Fórum vai ser deslocado para prédio novo na Barra dos Coutos – Av. Theophille Dubreil.  O prédio atual, na Praça 28 de Setembro, ao lado da Igreja Matriz e atrás da Prefeitura, será muito bem aproveitado se transformado em Escola de Tempo Integral.  O Estádio da Boa Vista Joseph Lambert(tombado) servirá para as atividades esportivas ao ar livre.  Melhor proveito não há.
Prédio do Fórum. Imagem: Luiz Bareza

Estádio da Boa Vista Joseph Lambert

(Franklin Netto – viscondedoriobrancominasgerais@gmail.com)

Sayonara(QUARAÍ-RS) - ABSURDOS DO BRASIL - O GIZ E A BALA



ABSURDOS DO BRASIL - 8 



AGÊNCIA BRASIL - 31/08/2012 - Sexta-feira


11h06
O relatório Todas as Crianças na Escola em 2015 – Iniciativa Global pelas Crianças Fora da Escola, divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, alerta para persistência do trabalho infantil entre crianças em idade escolar, o que prejudica o direito à educação. A coordenadora do Programa de Educação do Unicef no Brasil, Maria de Salete Silva, vai detalhar o estudo em entrevista ao jornal Repórter Brasil, que vai ao ar hoje, às 21h, na TV Brasil.

Brasil ainda tem 1,4 milhão de crianças de 4 e 5 anos fora da escola
8h56
Com pouco mais de 1 milhão de eleitores, a cidade tem como candidatos Adão Villa, do PT; Érico Corrêa, do PSTU; Jocelim Azambuja, do PSL; Manuela D’Ávila, do PCdoB; Roberto Robaina, do PSOL; Wambert di Lorenzo, do PSDB; e José Fortunati, do PDT, que tenta a reeleição.
9h16
A resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), que vigora a partir desta sexta-feira, estabelece critérios para o uso de tratamentos considerados invasivos ou dolorosos em casos nos quais não há possibilidade de recuperação. Na prática, o paciente vai poder registrar no próprio prontuário a quais procedimentos médicos quer ser submetido no fim da vida.
6h55
O Supremo Tribunal Federal concluiu a primeira das sete etapas de julgamento do chamado mensalão - Ação Penal 470 -, condenando cinco réus. O último a votar foi o presidente da Corte, Carlos Ayres Britto, que destacou a existência de “provas robustas”. O julgamento será retomado segunda-feira (3).
13h23
Destituído há mais de dois meses, Fernando Lugo foi eleito líder de uma coalizão de 20 partidos. Domingo, em sua primeira reunião, o grupo discutirá o processo de impechment sofrido por Lugo, o projeto político da esquerda e a campanha para as eleições presidenciais do ano que vem.
 
9h25
Livro de um ex-oficial, a ser lançado dia 4, diz que Bin Laden foi morto com um tiro na cabeça, no quarto onde estava. Para as autoridades norte-americanas, o autor do livro violou o compromisso de confidencialidade a que estava sujeito. O porta-voz da Casa Branca, Jay Carner, evitou detalhar as contradições.
11h58
Cerca de 10 milhões de eleitores vão às urnas nesta sexta-feira (31) para a escolha de 220 deputados. A eleição do presidente da República angolano é indireta e quem vota são os parlamentares. São as primeiras eleições gerais e livres em Angola para a escolha de parlamentares, desde o fim da guerra civil em 2002.



12h45
O ministro da Fazenda disse que os números apresentados pelo IBGE, que apontam crescimento de 0,4% na economia brasileira são bons e, apesar de não serem extraordinários, mostram tendência de crescimento para o restante do ano. "Esse resultado está ficando para trás".
13h43
Redução deve ser anunciada nos próximos dias e ajudará a indústria a reverter o mau desempenho do semestre deste ano, disse o presidente da CNI, Robson Andrade. Segundo o IBGE, houve queda de 2,5% no PIB da indústria no segundo trimestre de 2012 na comparação com o trimestre anterior.
15h33
Andre Brasil venceu a prova dos 50 metros nado livre S10 e quebrou o recorde mundial, com o tempo de 23s16. Ontem, ele ficou com a medalha de prata nos 200 metrosmedley SM10, com o tempo de 2m12s36.
9h44
Em 1º julho deste ano, a população brasileira alcançou 193.946.886 de pessoas, segundo estimativa do IBGE publicada no Diário Oficial da União. A população cresceu 1,57 milhão (0,81%), em relação a julho de 2011. O estado de São Paulo é o mais populoso, com 41,9 milhões de pessoas.
10h41
Mesmo com atrasos no calendário de votação em anos anteriores, o presidente do Senado prefere trabalhar com a apreciação da matéria até 22 de dezembro, quando o Congresso inicia o recesso de fim de ano. Ele disse que as eleições municipais não serão impedimento para votar a matéria no prazo.
8h35
Diário Oficial da União traz hoje (31) o decreto que prorrogou por dois meses a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados para automóveis, linha branca, móveis e material de construção. O benefício acabaria nesta sexta-feira, mas foi estendido até o fim de outubro.




Tempo em Visconde do Rio Branco-MG


Visconde do Rio Branco-MG
Trecho da Rua Santo Antônio entre Rua São José(Pito Aceso)  e Caixa D'Água


Temperatura máxima 30ºC
Temperatura mínima 7ºC
TEMPO PARCIALMENTE NUBLADO COM NEVOEIRO E/OU NÉVOA ÚMIDA PELA MANHÃ.
Vento: FRACOS/MODERADOS
Direção do vento: E-NE
INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA 

Bela tarde de Sol sem nuvens e predomínio do azul infinito.
(16:08). Neste momento, na Rua Santo Antônio, 
temperatura a 28ºC.


Maria Auxiliadora Ribeiro Gomes(Viçosa-MG) - A Causa do Câncer - Célula 1




A Causa do Câncer - Célula 1 






Uma Carta de George Carlin



CORPUS CHRISTI - 09